18 de novembro de 2018

Hoje


''Desde sempre eles me ensinaram
Apontaram o caminho que eu devia ir
Na minha cabeça confusões
E sentimentos que eu não conseguia distinguir
O tempo foi passando
E eu me acostumando a levar
O peso dessas cordas

E o ar que eu respirava
Já não era puro
Fardo era duro, e isso me sufoca
Nadar contra a corrente era o dilema
Escolha serena não era opção
Visão pra quem tinha
Olhos fechados tapados
Correntes, cadeados segurando o coração

Os gritos ecoavam
Mas ninguém ouvia
A noite era fria, virou poesia
Versos e canções me pareciam a saída
Do lado a bíblia aberta
Me servindo como guia

Ê-ê eu só quero saber
Quem me perguntou o que eu queria ser
Ê-ê eu pretendo partir
Pra qualquer lugar bem longe daqui

Ê-ê eu só quero saber
Quem me perguntou o que eu queria ser
Ê-ê eu pretendo partir

Gente de mentira
Brinca com a verdade
E faz da vaidade sua religião
Buscando no preço das coisas
Valores e amores que lhe faltam no coração

Na pressa pra meta que lhe
Foi vendida um tanto
De vida se deixa ali
Na fila, no beijo da cena do filme
Que não deu tempo de assistir

Fechar os olhos pra ver
Esquecer do medo e sentir
A fonte divina que existe dentro de si
É o que te liberta a prisão
Depende da sua visão
Porque querer ser já não é
E aquilo que resta é você

Veja bem, os olhos brilham
Quando a gente tem um novo ciclo
Pra recomeçar e a calmaria
Desacelerar a nossa vida

Olhe só, um mundo gira, e
Gira ao redor, estrela guia
Seja o meu farol
Todos os dias quero ser o sol que irradia

Ê-ê eu só quero saber
Quem me perguntou o que eu queria ser
Ê-ê eu pretendo partir''


31 de outubro de 2018

6 meses

Nunca pensei que seria tão difícil escrever algo para alguém, principalmente para uma pessoa em que tive um passado complexo e que ainda sim gera um mar de dúvidas tanto do presente quanto do futuro. Não vou dizer que foi um Deus que nos uniu ou o universo. Só estamos juntos, no sentido de que esse vínculo é forte, ultrapassando anos e algumas barreiras. Na verdade, muitas barreiras, tantas que creio que perdi as contas.

Já são seis meses. Metade de um ano. Somando com o tempo em que se conhecemos. É muito, não? O período de amadurecimento foi doloroso, engraçado, divertido, perigoso. Enquanto ficamos longe por quase quatro anos, consegui desconstruir tanta coisa e outras ainda estou no processo. Acredito que você passou pelo mesmo e ainda passe. E ta tudo bem, só precisamos continuar sendo pacientes sempre que possível.

A única parte que não se perdeu nesse meio foi o meu amor pela pessoa que agora seguro a mão e conto os dias para dividir espaço na cama. A pessoa que brigo, faço birra, abraço, danço, canto, transo e gozo de felicidade ( você define o sentido de gozar rs). Saiba que é visível as nossas diferenças, você mais centrado e eu mais intensa. Você calmo e eu ansiosa ( muito ansiosa). Você dos doces e eu dos salgados. Você da música e eu sonhando em voltar para o teatro. Somos assim: tão diferentes que uma hora se completa e em outras entra em atrito. Porém, se há amor.. há continuação.

No quesito de amor, nossa. Quando me vejo surtando com algo tento resgatar todas os dias e momentos em que você me olhou nos olhos e disse '' eu te amo''. Meu riso fica bobo com a lembrança de você em minha casa, me beijando diante da lua, conversando e esclarecendo coisas que não haviam sido resolvidas. Minha felicidade aumenta na recordação do pedido de namoro ( dos pedidos), até que aceitei de coração, colocando como peso que um aprenderia com o outro. Que um seria fiel ao outro. Parceiros. Companheiros e até mesmo amigos. E com com fé que as palavras que saiam da tua boca seriam verdadeiras, assim como prometi que seria o máximo transparente contigo, com nós dois.

Fazer parte da tua família é divertido. Estar contigo em qualquer lugar é confortável. Gosto de ouvir quando tu relata sobre o teu dia, atividades, crianças e faculdade. Amo sentir o fato que tu tens um coração caloroso, pensando nos pequenos e fazendo o máximo que pode por eles. Sou grata por ver esse lado doce de um aquariano que segundo a visão de  signos nem coração terias rs. 

Inclusive, jamais vou esquecer da música que tu escreveu:

'' Ela disse que me quer
eu quero ela
ela sabe muito bem

Ela até vê o futuro,
nós dois na praia de rolê com um neném''

Tu é amor. Tu é luz. Mas também é ladaia.

Encerro aqui, pois se não terei que escrever um livro.
Espero sarrar muito contigo nas festas e dividir um futuro.

Feliz 6 meses, micose. 
Te amo, incondicionalmente 

- Dieny


20 de maio de 2018

Nós..

Créditos da imagem: Pixabay

Faz alguns anos que não tenho TV no quarto. Evito noticiários, jornais e etc. Me sinto bem por não ter acesso aos '' assuntos do momento'', afinal já sei a carga disso tudo.  Não, eu não quero viver em uma bolha e fingir que coisas ruins não acontecem, somente compreendi que não me acrescenta em nada absorver esse '' conteúdo'', ao não ser que eu queira ficar reproduzindo igual um papagaio acreditando que nada posso fazer por um mundo melhor.

- Mas como você vai mudar o mundo?

Para mudar o mundo tenho que mudar o meu interior. Tudo começa por aí. 
Mudar o mundo significa mudar você.
Eu preciso me modificar.
Eu preciso estar em paz e equilíbrio.

Você só consegue jogar o bem se estiver bem. Ninguém muda uma sociedade com ódio, rancor, ganância, inveja. Todos EXATAMENTE TODOS guardamos o nosso lado '' sombra''. 

Precisamos assumir nossa responsabilidade por esse caos. Não podemos mais dar espaço para nossa própria hipocrisia. Reclamar não vem funcionado, entende? Viver no ciclo de se acomodar com a justificativa de '' as coisas são como são'' nunca modificou nada. O mundo só vai mudar quando a gente olhar para dentro aceitando/assumindo tudo aquilo que já fizemos. Quando olharmos para o espelho e entender todas nossas mentiras, hipocrisias, ódio, inveja, ganância e negatividade. Somente se encontrando com tudo isso vamos entender quem realmente somos e o nosso papel aqui.

Não existem humanos perfeitos. ( se tiver me ache um que eu deleto essa postagem)
Não há perfeição.
Erramos, muito.
Exatamente todos vivemos com  o lado '' sombra''
Exatamente todos queremos esconder com todas as formas o que não é aceitável.

Acontece que em algum momento isso vai surgir. Quando olharmos no nosso interior.. acredite..
Demorei ( estou em processo) para entender que preciso aceitar,perdoar, agradecer por tudo. Preciso modificar no agora o que já não quero no mundo.

Queremos um mundo de amor mas não nos amamos? Queremos respeito mas não nos respeitamos? O que fazemos para o outro é o mesmo que você faz para si mesmo. Quando julgamos o outro estamos se julgando. Quando odiamos estamos nos odiando e assim por diante. 

É isso que gera o caos.
Não somos verdadeiros conosco e exigimos que os ''outros '' sejam.
Corrigimos nossos irmãos sem nos corrigir.. 
Percebeu algo ao ler tudo isso?

Teve uma época em que eu jurei que não era possível o amor quebrar certas estruturas, mas agora compreendo que esse é um dos meios. Se me amo por completo vou saber amar o próximo. Amando o próximo não vou querer vê-lo sofrer. Não vou prejudicar o mesmo. Não vou querer competir. Não vou querer uma guerra. Vou compreender que se ele errar é porque eu também erro. Vou compreender que cada um faz o melhor que consegue com o grau de entendimento que tem naquele momento. 

E está tudo bem.

Você não precisa ser perfeito.
Eu não preciso ser perfeita.
Precismos somente ser verdadeiros.

Aceitar.
Perdoar.
Agradecer.
Amar.

Se cada pessoa ( estou me incluindo, ok) nesse planeta terra fazer isso.. puts...
Certamente haveria novamente uma TV no meu quarto, porém com outras notícias..